Prevenir- Saúde Ocupacional

Previna-se

Principais tipos de drogas

O uso da maior parte das drogas provoca, em um primeiro momento, efeitos muito positivos como sensação de bem-estar, felicidade e coragem. No entanto, seus efeitos a longo prazo podem ser muito graves, especialmente quando utilizadas por muito tempo.
O uso de drogas pode provocar alterações sérias no funcionamento do coração, do fígado, pulmões e até mesmo do cérebro, sendo muito prejudicial à saúde.
Além disso, uma boa parte das drogas causa habituação e, por isso, o corpo vai precisando de uma dose cada vez superior para conseguir obter os mesmos resultados positivos, o que aumenta muito o risco de morte por overdose. Veja quais os sintomas que podem indicar uma situação de overdose.


Principais tipos de drogas
Existem drogas lícitas e drogas ilícitas. As drogas lícitas são as que podem ser comercializadas como o cigarro e as bebidas alcoólicas. Já as drogas ilícitas são aquelas que tem a sua venda proibida, como a maconha, crack, cocaína, ecstasy.
Os principais tipos de drogas são:
• Drogas naturais: como a maconha que é feita da planta cannabis sativa, e o ópio que tem origem nas flores da papoula;
• Drogas sintéticas: que são produzidas de forma artificial em laboratórios, como o ecstasy e o LSD;
• Drogas semi-sintéticas: como heroína, cocaína e crack, por exemplo.
Além disso, as drogas ainda podem ser classificadas como sendo depressoras, estimulantes ou perturbadoras do sistema nervoso.
Independentemente do tipo de droga, o mais importante é tentar abandonar o seu uso. Para isso, existem vários tipos de programas, de vários meses, que procuram ajudar a pessoa a resistir à vontade de consumir a droga. Entenda como é feito o tratamento para deixar de usar drogas.



Voltar
Conheça nosso serviço de gestão ocupacional